Etapas da transformação digital

QUIZ

Em qual etapa da transformação digital sua empresa está?

Responda a 5 perguntas rápidas e saiba qual estágio da transformação digital melhor representa o momento atual da sua empresa. Escolha a opção que mais se encaixa com a realidade do negócio!

Ao terminar o quiz, descubra a resposta no infográfico abaixo e aproveite para clicar nas setas e conhecer os próximos passos que sua organização pode tomar rumo à transformação digital plena.

01

Qual é o nível de automação presente na sua empresa?

Muitos processos básicos (comunicação interna, registros etc.) ainda são feitos manualmente.
A maior parte das demandas do dia a dia são automatizadas.
Integramos processos para alcançar melhores resultados.
Utilizamos tecnologias avançadas como machine learning e IA para nossas automações.
02

O quanto a tecnologia utilizada impacta o modelo de negócios da empresa?

Aumenta nossa produtividade e eficácia, mas não ainda não foram feitas alterações ou evoluções nos produtos.
A tecnologia é parte integral do dia a dia corporativo e de produção.
Estamos em processo de reavaliação do modelo de negócios, com foco nas possibilidades oferecidas pelas tecnologias disponíveis.
Testamos constantemente tecnologias inovadoras para beneficiar e evoluir nossos produtos.
03

Como a inovação e a colaboração são inseridas na cultura do negócio?

As equipes trabalham majoritariamente de forma isolada.
Os colaboradores são engajados na busca por inovação, que é parte da nossa cultura.
Discutimos tendências e tecnologias e trabalhamos de forma integrada cotidianamente.
Buscamos a inovação sem medo de errar e estamos prontos para nos adaptar rapidamente às mudanças do mercado e no perfil dos clientes.
04

Como a tecnologia utilizada na empresa impacta sua competitividade de mercado?

O impacto é baixo ou inexistente.
Conseguimos melhorar nossos resultados por causa da tecnologia.
A tecnologia nos permitiu pensar em estratégias inovadoras e nos levou a um novo patamar, melhorando muito nossos resultados.
Desenvolvemos novos produtos e soluções graças às tecnologias implementadas.
05

O quanto as tecnologias implementadas beneficiam a experiência do seu cliente?

Não há benefícios perceptíveis.
A integração de processos nos permite prestar atendimentos melhores e mais rápidos.
Utilizamos a tecnologia para melhorar diversos aspectos da experiência do cliente, como cadastro, compra, suporte etc.
Temos o cliente como centro de nossas estratégias e buscamos implementar as melhores tecnologias do mercado visando melhorar a experiência dele.
Sua empresa está na...

Etapa 1

O que isso significa?

Tecnologias são implementadas isoladamente, visando aumentar produtividade e eficácia. O modelo de negócios não é alterado e não há benefícios à experiência do cliente ou ao desenvolvimento de novas soluções.
Etapa 2

O que isso significa?

A tecnologia já começa a trazer resultados significativos, mas esta é uma etapa transacional em que o modelo de negócios ainda não é modificado.
Etapa 3

O que isso significa?

Aqui, a inovação se torna parte fundamental da cultura da empresa, fomentando o engajamento dos colaboradores e a criação de um ambiente colaborativo. A tecnologia já faz parte do dia a dia corporativo.
Etapa 4

O que isso significa?

O modelo de negócios começa a ser reavaliado e a empresa se prepara para atingir um novo patamar. Isso já permite o planejamento de estratégias efetivamente inovadoras, com foco na integração e incluindo o mapeamento de processos e da concorrência e uma análise das tecnologias disponíveis.
Etapa 5

O que isso significa?

Nesta fase, o ponto principal é a inovação sem medo de errar, que abre caminho para a testagem de tecnologias disruptivas e para o estabelecimento do digital como parte integral dos processos. Surge a possibilidade de novos produtos e soluções, gerando mais valor para os clientes e mais competitividade. Isso tudo resulta em mudanças profundas na empresa como um todo.
Etapa 6

O que isso significa?

A transformação digital é um processo contínuo que não tem uma conclusão. Depois de passar pelas fases anteriores, portanto, a última etapa consiste em evolução e adaptação. A empresa deve ficar atenta às mudanças constantes do mercado e do perfil dos clientes, trabalhando incessantemente para trazer mais benefícios à experiência do usuário e para acompanhar as novas tecnologias e ferramentas que surgem o tempo todo.
Etapa 1

O que isso significa?

Tecnologias são implementadas isoladamente, visando aumentar produtividade e eficácia. O modelo de negócios não é alterado e não há benefícios à experiência do cliente ou ao desenvolvimento de novas soluções.
Etapa 2

O que isso significa?

A tecnologia já começa a trazer resultados significativos, mas esta é uma etapa transacional em que o modelo de negócios ainda não é modificado.
Etapa 3

O que isso significa?

Aqui, a inovação se torna parte fundamental da cultura da empresa, fomentando o engajamento dos colaboradores e a criação de um ambiente colaborativo. A tecnologia já faz parte do dia a dia corporativo.
Etapa 4

O que isso significa?

O modelo de negócios começa a ser reavaliado e a empresa se prepara para atingir um novo patamar. Isso já permite o planejamento de estratégias efetivamente inovadoras, com foco na integração e incluindo o mapeamento de processos e da concorrência e uma análise das tecnologias disponíveis.
Etapa 5

O que isso significa?

Nesta fase, o ponto principal é a inovação sem medo de errar, que abre caminho para a testagem de tecnologias disruptivas e para o estabelecimento do digital como parte integral dos processos. Surge a possibilidade de novos produtos e soluções, gerando mais valor para os clientes e mais competitividade. Isso tudo resulta em mudanças profundas na empresa como um todo.
Etapa 6

O que isso significa?

A transformação digital é um processo contínuo que não tem uma conclusão. Depois de passar pelas fases anteriores, portanto, a última etapa consiste em evolução e adaptação. A empresa deve ficar atenta às mudanças constantes do mercado e do perfil dos clientes, trabalhando incessantemente para trazer mais benefícios à experiência do usuário e para acompanhar as novas tecnologias e ferramentas que surgem o tempo todo.
Etapa 3

O que isso significa?

Aqui, a inovação se torna parte fundamental da cultura da empresa, fomentando o engajamento dos colaboradores e a criação de um ambiente colaborativo. A tecnologia já faz parte do dia a dia corporativo.
Etapa 4

O que isso significa?

O modelo de negócios começa a ser reavaliado e a empresa se prepara para atingir um novo patamar. Isso já permite o planejamento de estratégias efetivamente inovadoras, com foco na integração e incluindo o mapeamento de processos e da concorrência e uma análise das tecnologias disponíveis.
Etapa 5

O que isso significa?

Nesta fase, o ponto principal é a inovação sem medo de errar, que abre caminho para a testagem de tecnologias disruptivas e para o estabelecimento do digital como parte integral dos processos. Surge a possibilidade de novos produtos e soluções, gerando mais valor para os clientes e mais competitividade. Isso tudo resulta em mudanças profundas na empresa como um todo.
Etapa 6

O que isso significa?

A transformação digital é um processo contínuo que não tem uma conclusão. Depois de passar pelas fases anteriores, portanto, a última etapa consiste em evolução e adaptação. A empresa deve ficar atenta às mudanças constantes do mercado e do perfil dos clientes, trabalhando incessantemente para trazer mais benefícios à experiência do usuário e para acompanhar as novas tecnologias e ferramentas que surgem o tempo todo.
Etapa 1

O que isso significa?

Tecnologias são implementadas isoladamente, visando aumentar produtividade e eficácia. O modelo de negócios não é alterado e não há benefícios à experiência do cliente ou ao desenvolvimento de novas soluções.
Etapa 2

O que isso significa?

A tecnologia já começa a trazer resultados significativos, mas esta é uma etapa transacional em que o modelo de negócios ainda não é modificado.
Etapa 4

O que isso significa?

Tecnologias são implementadas isoladamente, visando aumentar produtividade e eficácia. O modelo de negócios não é alterado e não há benefícios à experiência do cliente ou ao desenvolvimento de novas soluções.
Etapa 5

O que isso significa?

A tecnologia já começa a trazer resultados significativos, mas esta é uma etapa transacional em que o modelo de negócios ainda não é modificado.
Etapa 6

O que isso significa?

Aqui, a inovação se torna parte fundamental da cultura da empresa, fomentando o engajamento dos colaboradores e a criação de um ambiente colaborativo. A tecnologia já faz parte do dia a dia corporativo.
Etapa 1

O que isso significa?

O modelo de negócios começa a ser reavaliado e a empresa se prepara para atingir um novo patamar. Isso já permite o planejamento de estratégias efetivamente inovadoras, com foco na integração e incluindo o mapeamento de processos e da concorrência e uma análise das tecnologias disponíveis.
Etapa 2

O que isso significa?

Nesta fase, o ponto principal é a inovação sem medo de errar, que abre caminho para a testagem de tecnologias disruptivas e para o estabelecimento do digital como parte integral dos processos. Surge a possibilidade de novos produtos e soluções, gerando mais valor para os clientes e mais competitividade. Isso tudo resulta em mudanças profundas na empresa como um todo.
Etapa 3

O que isso significa?

A transformação digital é um processo contínuo que não tem uma conclusão. Depois de passar pelas fases anteriores, portanto, a última etapa consiste em evolução e adaptação. A empresa deve ficar atenta às mudanças constantes do mercado e do perfil dos clientes, trabalhando incessantemente para trazer mais benefícios à experiência do usuário e para acompanhar as novas tecnologias e ferramentas que surgem o tempo todo.
Etapa 5

O que isso significa?

Tecnologias são implementadas isoladamente, visando aumentar produtividade e eficácia. O modelo de negócios não é alterado e não há benefícios à experiência do cliente ou ao desenvolvimento de novas soluções.
Etapa 6

O que isso significa?

A tecnologia já começa a trazer resultados significativos, mas esta é uma etapa transacional em que o modelo de negócios ainda não é modificado.
Etapa 1

O que isso significa?

Aqui, a inovação se torna parte fundamental da cultura da empresa, fomentando o engajamento dos colaboradores e a criação de um ambiente colaborativo. A tecnologia já faz parte do dia a dia corporativo.
Etapa 2

O que isso significa?

O modelo de negócios começa a ser reavaliado e a empresa se prepara para atingir um novo patamar. Isso já permite o planejamento de estratégias efetivamente inovadoras, com foco na integração e incluindo o mapeamento de processos e da concorrência e uma análise das tecnologias disponíveis.
Etapa 3

O que isso significa?

Nesta fase, o ponto principal é a inovação sem medo de errar, que abre caminho para a testagem de tecnologias disruptivas e para o estabelecimento do digital como parte integral dos processos. Surge a possibilidade de novos produtos e soluções, gerando mais valor para os clientes e mais competitividade. Isso tudo resulta em mudanças profundas na empresa como um todo.
Etapa 4

O que isso significa?

A transformação digital é um processo contínuo que não tem uma conclusão. Depois de passar pelas fases anteriores, portanto, a última etapa consiste em evolução e adaptação. A empresa deve ficar atenta às mudanças constantes do mercado e do perfil dos clientes, trabalhando incessantemente para trazer mais benefícios à experiência do usuário e para acompanhar as novas tecnologias e ferramentas que surgem o tempo todo.

Etapas da Transformação Digital

Depois de ler sobre o que é a transformação digital e como o conceito evoluiu ao longo dos anos, o próximo passo é implementá-la – ou reforçá-la – na sua empresa e, assim, abrir caminho para todos os benefícios e possibilidades que a transformação digital traz. Para tanto, é fundamental entender que ela se desenvolve em etapas e conhecer quais são os próximos estágios pelos quais sua organização deve passar.

Identificar o seu estágio atual de transformação digital requer analisar as tecnologias utilizadas atualmente, o impacto que elas têm nos resultados e na forma de trabalhar da empresa, o que ainda precisa ser otimizado dentro do conceito de transformação digital, como outras tecnologias poderiam evoluir a organização, entre outros pontos.

A ordem das etapas segue uma ordem cronológica e estratégica, mas nem todas as empresas iniciam pelo primeiro estágio. No cenário atual, em que muitos negócios já nascem com um caráter disruptivo e inovador, há organizações que iniciam suas trajetórias de transformação digital pelas etapas finais.

Conheça agora, então, quais são as 6 etapas centrais da transformação digital, o que define cada uma delas e como sua empresa pode avançar para os próximos estágios.

1. Adoção de tecnologias sem mudar a empresa

O primeiro passo é tomar a decisão estratégica de que a transformação digital é importante para o negócio e será implementada na empresa. Normalmente, o que é feito inicialmente é adotar alguma nova tecnologia de forma isolada, ou seja, ela é adaptada aos processos já existentes e não exige que uma transformação estrutural ocorra.

Aqui, há um ganho pontual de produtividade e de eficácia por meio de novos softwares ou equipamentos mais eficazes, por exemplo, mas os impactos no produto e para o cliente ainda são muito leves ou até mesmo imperceptíveis. O modelo de negócios original é preservado.

Para que a empresa tenha a transformação digital e a inovação como vantagens competitivas, é preciso seguir para as próximas etapas. Essa primeira fase costuma ser o passo inicial das empresas que percebem o valor da transformação digital — que, conforme sentem os benefícios das tecnologias já implementadas, buscam avançar para os próximos estágios. Quem não avança, porém, tende a perder espaço para a concorrência.

2. A tecnologia como parte do negócio

As mudanças continuam sendo feitas isoladamente, mas a tecnologia começa a trazer resultados maiores e mais concretos. O valor trazido pelas novas ferramentas já é visível, mas ainda há um amplo potencial de expansão em seu uso e o modelo de negócios permanece inalterado.

A próxima etapa é expandir a inovação para todos os setores, pensando sempre — mais uma vez — na integração entre todas as partes. A transformação digital leva a mudanças estruturais profundas dentro da organização e exige que a inovação faça parte não apenas de determinados processos, mas do dia a dia da empresa como um todo.

Trata-se de uma etapa altamente transicional, pois muitas empresas chegam até aqui movidas pela concorrência. Caso não continuem trabalhando a transformação digital, elas acabarão revertendo para a etapa inicial. Para as que conseguirem dar continuidade, se até aqui o papel da tecnologia é muito mais operacional e focado em otimizar a produtividade, as próximas etapas a elevam para um desempenho cada vez mais estratégico.

3. Cultura de inovação

Até agora, mencionamos a implementação de tecnologias de forma isolada na empresa. Para mudar essa situação, além de integrar os processos, uma revolução na cultura da organização também é fundamental.

É imprescindível que os colaboradores entendam as estratégias e o planejamento por trás da implementação das novas tecnologias e por que a transformação digital é importante para o desenvolvimento da empresa. Dessa forma, eles próprios desenvolvem uma mentalidade de inovação e passam a trabalhar para que ela efetivamente faça parte de todos os processos da organização.

A tecnologia, por si só, não leva à transformação digital — é fundamental que a equipe também faça parte disso. A inovação deve se tornar um dos valores da empresa, o que resulta também em um ambiente colaborativo propício ao fomento de ideias mais ousadas e criativas que podem fazer toda a diferença. É interessante organizar treinamentos sobre o assunto, laboratórios de inovação e a participação em eventos sobre transformação digital.

O cenário atual do mercado faz com que muitas empresas já nasçam com esse caráter disruptivo como parte integrante de sua cultura. Entretanto, mesmo as empresas tradicionais podem implementar mudanças para que a inovação colaborativa passe a fazer parte de seu dia a dia.

4. Planejamento do processo de transformação digital

O que já foi feito até agora abriu o caminho para a expansão e a integração dos processos. E, agora que todos os colaboradores também estão alinhados com o propósito de transformar digitalmente a organização, é hora de planejar estratégias mais inovadoras, de experimentar e de efetivamente levar os processos para outro patamar de inovação.

Para tanto, é necessário mapear os processos atuais da empresa e todas as maneiras com que eles podem ser otimizados: quais são os resultados esperados de cada um deles? De quais maneiras eles se interligam? Quais são as tecnologias disponíveis no mercado para ajudar a alcançar os resultados desejados? Como os concorrentes trabalham esse aspecto?

Há muitas soluções em alta dentro do contexto de transformação digital — machine learning, deep learning, inteligência artificial… Entretanto, como já apontamos, implementar tecnologias apenas por implementar tecnologias não é o propósito da transformação digital ou o caminho certo para trazer inovações verdadeiras para a sua empresa. Sendo assim, é essencial analisar o que realmente faz sentido para as estratégias da organização.

Portanto, o planejamento de transformação digital permite que as tecnologias escolhidas realmente façam sentido para o crescimento da empresa e os resultados buscados.

5. Testagem e incorporação de tecnologias disruptivas

Depois de escolher quais tecnologias serão implementadas dentro das estratégias definidas na quarta etapa, o próximo passo é efetivamente testá-las e incorporá-las nos processos cotidianos da empresa.

O destaque vai para a importância dos testes: mesmo com o planejamento prévio de quais tecnologias fazem mais sentido para o negócio, ao trabalhar a inovação, pode acontecer de, na prática, você descobrir que determinada ferramenta não traz os resultados esperados. Isso faz parte do caminho para a transformação digital. Portanto, não hesite em arriscar, em seguir as sugestões dos colaboradores e em testar recursos experimentais, por exemplo.

Ao seguir para a implementação, a chave da transformação digital é utilizar a tecnologia para romper com o modelo tradicional de negócios e abrir as portas para novos produtos e soluções que, antes, não seriam possíveis. Dessa forma, sua organização passa a oferecer mais valor para o cliente, torna-se mais competitiva e alcança melhores resultados.

A tecnologia passa a ser intrínseca às operações da empresa, mas as mudanças são ainda mais profundas do que isso — impactando também a experiência do usuário, o engajamento com os consumidores, a cultura organizacional, as metodologias de trabalho das equipes, a colaboração entre as áreas, e muito mais.

6. Adaptação com base nas tendências tecnológicas e evolução constante

A tecnologia é altamente mutável e, a cada dia, surgem tanto novas formas de fazer o que já era feito quanto novas possibilidades. Adaptação e evolução são elementos que devem fazer parte de uma empresa na última fase da transformação digital. Portanto, a última etapa não é uma conclusão, mas o nível máximo, em que a empresa está pronta para adaptar-se às mudanças tecnológicas que vierem pela frente.

Isso requer também estar atento às novas oportunidades e ferramentas que surgirem no mercado — que, hoje, muda quase com a mesma rapidez com que a tecnologia. Afinal, como já destacamos, o digital impacta muito mais do que os processos de uma empresa.

O perfil dos usuários, por exemplo, também muda com frequência. Atualmente, os clientes escolhem uma empresa não apenas pelo produto que ela oferece, mas pela experiência que proporciona desde o momento de cadastro até o suporte, passando pelos conteúdos oferecidos nas redes sociais, pelos valores da organização e por outros elementos não diretamente conectados às soluções ofertadas.

Assim, o que não está funcionando tão bem deve ser substituído ou corrigido, o que está apresentando resultados pode ser reforçado, e novas ferramentas e recursos podem ser implementados quando surgirem no mercado. Dessa forma, sua empresa mantém a competitividade diante da concorrência, a qualidade da experiência do usuário e a eficácia e o caráter inovador em seus processos e produtos — e, cada vez mais, evolui por meio da tecnologia.

A transformação digital impacta tudo isso, pois — como o nome indica — transforma a empresa por completo. Agora que você já consegue avaliar em qual etapa sua empresa está e o que é necessário para avançar, a tecnologia pode atuar na busca por melhores resultados, soluções inovadoras e que atendem às expectativas do cliente e no fortalecimento da organização em seu mercado de atuação.

Por Mariana González

Imagens por pikisuperstar/gstudioimagen/Freepik